Gdebi realmente precisa usa-lo sempre

Não preciso do Gdebi por que precisaria em algum momento da minha vida, notei que em algumas ocasiões pra que devo baixá-lo, obvio que não preciso de Front end gráfico para resolver qualquer instalação sem baixar as dependências do Gdeb.

Após algumas investigações foi possível usar o Dpkg para instalar pacotes Debian, não vejo o Gdebi como algo que auxilie na instalação, chega ser questionável sua funcionalidade, quando inicie o uso do Debian, usando Distros baseadas no Debian, foi algo que achava interessante só que chega um momento que as descobertas por soluções mais práticas.

Gdebi realmente precisa usa-lo sempre
Gdebi será útil mesmo?

Ao usar o Antix alguns repositórios estavam desabilitados, resolvi habilitá-lo, notei se realmente era necessário usa-lo.

Como já efetuei o procedimento antes, comecei a entender da real necessidade de usar o terminal, muitas situações o Front end gráfico não resolverá sempre, apenas um paliativo, isso até inibe o maior entendimento como funciona o Dpkg.




Para efeitos de demonstração aqui esta como funciona o Dkpg, existem inume-os artigos sobre o Dkpg para instalar e remover programas.



Digitando comando no terminal para instalação simples:

dpkg -i pacote.deb

Gdebi realmente precisa usa-lo sempre


Qual programa fui a instalar era Azpainter, precisa de baixar compilador, dependências, nem sempre tudo vai funcionar de maneira correta.

Link do Azpainter no formato Deb😱


Vamos por o raciocínio em prática😁

  • Porque devo usar um front end gráfico para resolver situações que são efetuadas no terminal?
  • As dependências o próprio dDkg realizará a busca para instalar determinado programas na extensão deb!
  • Depender tanto de um front end gráfico por que?


Qual seria sua opção de uso Gdebi ou Dpkg, em situações que não consegui-se instalar um programa?